Author Archives: rebuspress

About rebuspress

@rebuspress https://vimeo.com/rebuspress

Manifesto Para Arte da Manutenção, Miele Laderman Kueles

MANIFESTO PARA ARTE DE MANUTENÇÃO 1969! Proposta para a exposição “CARE (CUIDADO)” MIELE LADERMAN KUELES Tr. Thais Medeiros  _____________________________________________________________ I. IDEIAS A. O Instinto de Morte e o Instinto de Vida: O Instinto de Morte: separação; individualidade; Vanguarda por excelência; … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Suíte D’água na Athens Art Book Fair

A Suíte D’água vai participar da Athens Art Book Fair que acontece no próximo fim de semana, dias 7 e 8 de Setembro, numa seção dedicada a desdobramentos multimídia de publicações de arte. A partir do encontro de rios ficcionais, … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Poemas Crocantes

Neste fim de semana a Rébus vai estar na Feira no Cobogó, no IMS. Programação – Sábado, 10 de agosto 15h – Debate: Projeto gráfico O tema será discutido por Thaís Medeiros, da editora Rébus, e Sílvia Nastari, da editora Quelônio. A mediação … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Escritas Diferentes – Poema Contra Escassez

O Poema Contra Escassez parte do enunciado ‘cozinhar com água da chuva’. Desde janeiro 2019, venho coletando chuva em potes e registrando os dias para cozinhar. As gelatinas, ou pudins de chuva, acompanham um postal-receita-poema-lembrança. A coleta da chuva é … Continue reading

Posted in Uncategorized | 1 Comment

Protected: As Bordas do Alfabeto, Anne Carson

There is no excerpt because this is a protected post.

Posted in Uncategorized

Poema Contracorrente

A contracorrente é impulsionada por redemoinhos que a levam adiante. “De manhã cedo, faltavam palavras. Antes disso as palavras não estavam lá. Fatos estavam, rostos estavam. Em uma boa história, Aristóteles nos conta, tudo o que acontece é impulsionado por … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Uma Mulher Sozinha (Homenagem a Pavese), Denise Levertov

Quando ela não pode ter certeza de com qual dxs amantes ela sentiu este ou aquele momento de prazer, de algo ardente eletrizante da cabeça aos pés, como o vapor da cachoeira que abre fendas na montanhadentro visíveis de um … Continue reading

Posted in Uncategorized | 3 Comments